terça-feira, 12 de maio de 2009

PARE DE FUMAR

HÁBITO DE FUMAR - TABAGISMO


PARA INIBIR A VONTADE DE FUMAR (EXPERIMENTE AS QUE MELHOR LHE SERVIR)

1- Fazer gargarejos freqüentes com o sumo das folhas e talos frescos do AGRIÃO;

2- TOMILHO – Infusão de 30g das sumidades floridas de tomilho em 1 litro de água durante 18 min.. Tomar 1 xícara de (peq) 3 vezes ao dia, misturado com suco de limão.


DESINTOXICANTE PARA FUMANTES

1- TANSAGEM – Infusão de 60g de tansagem (folha e raiz) em 1 litro de água durante 15 min. Usar em gargarejos freqüentes, acrescentando uma colher (peq) de sal por copo de decócto, ou tomar uma xícara (peq) de 6 em 6 horas.


PARA DEIXAR DE FUMAR

1- MASTRUÇO- Infusão de uma colher de sopa de folhas fatiadas de mastruço em uma xícara (chá) de água durante 5 min.. Tomar uma xícara de chá antes das refeições.

2- MELISSA – Infusão de 30g de folhas e sumidades floridas de melissa em 1 litro de água durante 12 min. Tomar uma xícara pequena 3 vezes ao dia, adicionando um pouco de suco de limão.

INTOXICAÇÃO POR TABACO

1- AGRIÃO – Infusão de 60g de folhas secas de agrião em 1 litro de água durante 20 min. Tomar uma xícara pequena 3 vezes ao dia.

2- AGRIÃO – Tomar 100 a 150 ml de suco de agrião por dia, em pequeninos goles.

3 – Consumir boas quantidades de agrião em forma de saladas.


RECEITA NATURAL PARA PARAR DE FUMAR

Salada – 100g de Abóbora crua ralada; meia xícara de alface picada; meia cenoura ralada; um rabanete picado; 50g de pepino ralado; duas xicaras de acelga picada.

Molho para a salada – coalhada batida com aipo, salsa, uma pitada de gengibre ralado e sal a gosto.


ADVERTENCIA ACURANATURAL

1- Não utilize a mesma planta ou receita por mais de 15 dias seguidos. Procure outra com os mesmos efeitos e alterne o uso.

2- Evite o uso de recipientes de alumínio.

3- Prepare as receitas na quantidade certa para ser consumidas na hora. (A não ser quando recomendado).

4- Ressaltamos que toda receita alternativa tem o poder de acalmar e amenizar o problema, seja ele uma dorzinha de barriga ou uma grande enxaqueca. É importante sempre lembrar de anotar os seus sintomas e procurar ajuda médica periodicamente para os check-ups. Não nos responsabilizamos pela ingestão das ervas sem o devido acompanhamento terapêutico.