Erva Baleeira, o antiinflamatório natural do Brasil


Tradicionalmente usada na medicina popular dos caiçaras brasileiros como cicatrizante e, principalmente, como antiinflamatório natural no tratamento de artrites, contusões, dor muscular, reumatismo, etc.. a Erva Baleeira –Cordia verbenacea – é uma planta arbustiva perene (cujas folhas não caem) que atinge até 3 metros de altura.
As principais características para identificação da Cordia são suas folhas de coloração verde escura com margens dentadas e flores brancas pequenas, dispostas em espigas laterais que dão origem a frutos pequenos, arredondados e de cor vermelho-escuro.
As folhas da Erva Baleeira, quando masseradas, exalam um cheiro forte e singular proveniente do seu óleo essêncial, que é a  fonte da sua ação medicinal.

Origem e história”

Praia de Garopaba - Litoral de Santa Catarina
Praia de Garopaba - Litoral de Santa Catarina
Nativa da Mata Atlântica brasileira, a Erva Baleeira é encontrada em quase todo o litoral,  porém é mais comum no litoral-sul de São Paulo – região de Iguape – e no litoral de Santa Catarina.
Os nomes populares da Erva Baleeira são normalmente associados à sua ação medicinal ou mesmo ao forte cheiro do seu óleo essencial, dentre eles: Maria milagrosa, Catinga preta, Baleeira-cambará, Maria pretinha, Catinga de Barão, Catinga de Mulata e Salicilina
Reserva da Juréia
        - Iguape
Reserva da Juréia, Iguape-SP
O uso da Erva Baleeira remete aos índios originais da Mata Atlântica e foi incorporado pelos colonizadores que chegaram na região litorânea do Brasil.
Caiçara pescando
Caiçara pescando
Com o tempo, esses colonizadores perderam o  ímpeto da conquista colonial e se instalaram na costa. A miscigenação desses portugueses com povos indígenas das regiões litorâneas de São Paulo (tupinambás) originou os caiçaras que conhecemos hoje.
Foram as raízes culturais e o conhecimento tradicional desses brasileiros que trouxeram para o  presente o uso de preparos caseiros como pomadas e compressas com as folhas da Cordia para tratamento de males diversos.

Fitoquímica e ação farmacológica ”

Sistema
        de Extração por arraste a vapor
Extração por arraste a vapor
Os ativos da Cordia verbenacia são obtidos pela extração do óleo essencial das folhas maduras através de arraste a vapor.
Fórmula Estrutural do
        alfa-humuleno
Fórmula Estrutural do alfa-humuleno
Dentre os compostos do óleo essencial, o principal é o alfa-humuleno, um poderoso antiinflamatório que atua bloqueando a enzima Ciclo-oxigenase 2 (responsável pela produção de prostaglandinas, substâncias responsáveis por inflamações e seus sintomas).
O mecanismo de ação do alfa-humuleno extraído da Cordia é o mesmo de antiinflamatórios e analgésicos produzidos pela indústria farmacêutica, como o diclofenaco, com a vantagem de não existirem efeitos colaterais relacionados ao uso tópico da Erva Baleeira relatados até o momento.

-- 
Fabian Laszlo
Diretoria Geral
Instituto Brasileiro de Aromatologia
www.ibraromatologia.com.br
Laszlo Aromaterapia Ltda
www.laszlo.ind.br
fabian@laszlo.ind.br
(31) 3486.2765 / 3082.0362


ADVERTENCIA ACURANATURAL
1- Não utilize a mesma planta ou receita por mais de 15 dias seguidos. Procure outra com os mesmos efeitos e alterne o uso.
2- Evite o uso de recipientes de alumínio.
3- Prepare as receitas na quantidade certa para ser consumidas na hora. (A não ser quando recomendado).
4- Ressaltamos que toda receita alternativa tem o poder de acalmar e amenizar o problema, seja ele uma dorzinha de barriga ou uma grande enxaqueca. É importante sempre lembrar de anotar os seus sintomas e procurar ajuda médica periodicamente para os check-ups. Não nos responsabilizamos pela ingestão das ervas sem o devido acompanhamento terapêutico.