domingo, 2 de outubro de 2011

KEFIR? O QUE É ISSO?

A Pomada Kefir é produzida através da utilização de Bacilos de Kefir, na qual é proveniente de um único exemplar no mundo, tendo sido estudado e aplicado na Medicina na Alemanha na cidade de Cáucaso na Segunda Guerra Mundial, tendo sido utilizada nas Doenças dos Nervos, Catarro dos Brônquios, Infarto Cardíaco, Doenças do Estômago e intestino, Tumores Internos, Esclerose, Bílis, Fígado, Rins, Erupção cutâneas, Anemia, Icterícia, Diarréia, purificação do sangue, sendo o Kefir caracterizado por ter uma grande utilidade como componente principal para a produção da Pomada Kefir no tratamento de queimaduras, acne, feridas, cicatrizante pós operatório, eliminador, hematomas, hemorróida, corrimento vaginal, Câncer de Pele, elimina manchas na pele, frieiras, amaciante e limpeza de pele, rachaduras dos pés e mãos, úlceras varicosas sendo um produto natural e sem contra indicação.


O que é (FONTE: http://corpoacorpo.uol.com.br/nutricao-saude/220/artigo46812-1.asp)
Uma bebida refrescante de leite fermentado que foi cultivada durante muitos séculos pelos povos das montanhas do norte do Cáucaso. A palavra kefir é derivada do turco keif que pode ser forçosamente traduzida como bom sentimento ou sentir-se bem.
Também conhecido como... Cogumelos Tibetanos, Plantas de Iogurte, Cogumelos do Iogurte, Fungo do Iogurte, Lotus de Neve, Kin-oko ou Tane-oko (Japão) ou Tibetanischer Pilz (Alemanha), o Kefir possui uma consistência cremosa espessa uniforme, um leve gosto ácido que refresca e um aroma moderado de levedura fresca. Também tem uma efervescência natural de gosto “carbonatado”. Há cerca de 40 combinações aromáticas, o que contribui para seu sabor inigualável e odor agradável e único. O Kefir pode conter entre 0,08 a 2% de álcool. Para o kefir com 24h de fermentação os valores ficam entre 0,08 a 0,5%.
Como preparar
O kefir é facilmente preparado em casa. O leite fresco cru, pasteurizado ou não, desnatado, semi-desnatado ou integral é colocado em um recipiente apropriado, limpo, com os grãos de kefir. O conteúdo é deixado à temperatura ambiente por aproximadamente 24 horas. O leite fermentado é coado para separar e recuperar os grãos do kefir líquido que são adicionados a mais leite fresco, repetindo o processo. Os grãos de kefir são para sempre. O kefir líquido já fermentado é coado, podendo ser consumido imediatamente ou refrigerado para consumo posterior.
Como são cultivados em ambiente líquido, os grãos se multiplicam. Eventualmente uma parcela deve ser removida para prevenir a superpopulação. Este processo ajuda também a manter uma relação constante entre grãos e líquido.
Os Benefícios
É um alimento facilmente digerível e uma rica fonte de proteínas e cálcio, que pode ser incluído na dieta diária de qualquer pessoa. Em linhas gerais promove uma purificação orgânica que auxilia a saúde e conseqüentemente a longevidade.
Kefir também é rico em vitamina B12, B1 e vitamina K. É uma fonte excelente de biotina, a vitamina B que aumenta a assimilação das outras vitaminas do complexo B. Seus grãos têm propriedades antitumorais, antibacterianas e antifúngicas e seu consumo diário produz bons efeitos em convalescença após doenças graves. Quando se têm afecções crônicas, deve-se beber kefir pela manhã, ao meio dia e à noite, ½ litro por vez. Digestivo, dificilmente produz intolerância ou efeitos colaterais. A ingestão diária de 1 litro de kefir tem efeito comprovado no auxílio do tratamento de:


Distúrbios nervosos (ansiedade, insônia, síndrome de fadiga crônica) 
Catarros bronquiais e outros problemas respiratórios
Alergias (em caso de erupções cutâneas, a ingestão de ½ litro por dia basta e recomenda-se o uso externo, friccionando o kefir nas áreas afetadas e deixando secar na pele)
Escleroses
Reumatismo e L.E.R. (lesões por esforços repetitivos)
Tumores
Problemas cardiovasculares (infarte e arteriosclerose)
Problemas de vesícula
Disfunções hepáticas
Problemas renais e icterícia
Doenças do estômago: gastrite, úlceras, regulariza a digestão
Problemas intestinais: diarréias, intestino preguiçoso ou preso, hemorróidas.
Problemas de sangue: anemia, leucemia
Problemas de pele: dermatites, eczemas, lúpus, cândida, psoríase, herpes
Males do Século: irradiações, exposições a monitores de vídeo, na desintoxicação de poluentes tóxicos
Excesso de peso: acentua amplamente a assimilação de nutrientes e equilibra de maneira geral as funções do organismo, provoca uma sensação agradável de saciedade, que reduz o hábito de comer por compulsão, depressão ou ansiedade. O kefir, especialmente o de leite, pode ser usado nos lanches entre as refeições, substituindo outros alimentos mais calóricos, mesmo quando batido com frutas e cereais, desde que se evite o uso de açúcar ou mel. No entanto não é recomendada a associação simultânea de kefir com jejum e para os que gostam de jejuar, o uso nestes dias pode ser suspenso. Se alimentar só de kefir é uma atitude errada e contra-indicada.
Além disso...
O kefir previne a prisão de ventre, regularizando o processo digestivo, restaurando a microflora intestinal, o que é ótimo para quem se submeteu a longos tratamentos com antibióticos. O kefir de água, após 12 horas de fermentação, produz efeito laxante e com 40 horas atua como normalizador. Quando fermentado por mais de 48 horas ele não deve ser ingerido. Fonte: http://paginas.terra.com.br/saude/kefir/mapa.htm
Onde encontrar
Confira nos sites abaixo onde e como adquirir os grãos de kefir para você mesma reproduzir na sua casa:


ADVERTENCIA ACURANATURAL

1- Não utilize a mesma planta ou receita por mais de 15 dias seguidos. Procure outra com os mesmos efeitos e alterne o uso.
2- Evite o uso de recipientes de alumínio.
3- Prepare as receitas na quantidade certa para ser consumidas na hora. (A não ser quando recomendado).
4- Ressaltamos que toda receita alternativa tem o poder de acalmar e amenizar o problema, seja ele uma dorzinha de barriga ou uma grande enxaqueca. É importante sempre lembrar de anotar os seus sintomas e procurar ajuda médica periodicamente para os check-ups. Não nos responsabilizamos pela ingestão das ervas sem o devido acompanhamento terapêutico.

Nenhum comentário: