domingo, 5 de abril de 2009

Como Preparar os Remédios Naturais

Dicas de como preparar e utilizar as plantas Medicinais

Clique no assunto desejado



Neste caso, para poder retirar todos os princípios medicinais de uma ou mais plantas, é preciso colocá-las num recipiente com tampa (urna garrafa, por exemplo) e acrescentar uma dose pré-estabelecida de água fria, álcool, vinagre ou vinho. Esse processo pode demorar de algumas horas a alguns dias, conforme especificar a receita. Também é necessário coar o líquido obtido.

Esse tipo de preparação de medicamento é utilizado quando a erva indicada pertence a categoria de plantas que n�o perdem a efic�cia quando, expostas ao calor. 0 m�todo da decoc��o tamb�m � adotado quando a receita especificar o uso das ra�zes, cascas, ramos e sementes, que perten�am a plantas compactas e lenhosas. Nesse caso � necess�rio submeter a parte indicada da planta ao cozimento, em doses de �gua que variam de acordo com cada receita. A ebuli��o deve acontecer em fogo brando, podendo durar de algumas horas a poucos minutos,conforme a indica��o. A decoc��o usualmente deve ser coada com um filtro de papel ou coador de pano. Para maior aproveitamento, deve-se espremer a papa obtida entre os dedos, retirando assim o m�ximo de suco. 0 cozimento � que vai permitir retirar da planta todos os seus princ�pios ativos.


Para preparar uma infus�o � necess�rio cortar em pequenos peda�os a parte da planta que se for utilizar, tanto pode ser a folha, como as flores, ra�zes, caule etc. Em seguida, jogar �gua fervente. 0 recipiente utilizado deve ser fechado com uma tampa. A infus�o deve durar, no m�nimo, quinze minutos. Da mesma forma que a decoc��o, para coar utiliza-se filtro de papel ou ent�o coador de pano.


CATAPLASMA OU EMPLASTO

Para a prepara��o do cataplasma utilizam-se, sempre, ervas frescas, que devem ser esmagadas at� que se obtenha uma subst�ncia semelhante a uma papa. Em alguns casos espec�ficos, a erva pode ser fervida em um pouco de leite., ou vinagre. Nos dois casos esperar que o liquido evapore completamente. Em seguida colocar a papa entre dois peda�os de gaze ou tecido bem limpo, de prefer�ncia linho, e aplicar sobre aparte do corpo afetada. 0 cataplasma costuma ser utilizado para o tratamento de dores reum�ticas, inflama��es da pele, incha�os, contus�es, ulcera��es, feridas e chagas.


SALADAS

� a forma mais natural de se empregar uma erva. Procure sempre hortali�as e folhas de hortas conhecidas que n�o utilizem agrot�xicos e que estejam livres de contamina��o. Recomenda-se usar tr�s a quatro qualidades por salada.


SUCOS

O material � triturado, com �gua, depois espremido e coado para separar o suco. Para per�odos de stress os sucos de frutas s�o incompar�veis, pois s�o facilmente assimil�veis pelo organismo. Os princ�pios vitais, os minerais e vitaminas s�o obtidos de plantas frescas, de prefer�ncia rec�m-colhidas. As folhas podem ser maceradas e espremidas num coador inox ou passadas pela centr�fuga. Esse suco puro deve ser administrado na dosagem aconselhada.


XAROPES

� o extrato das propriedades curativas das plantas em mel. O material a ser usado � mel de abelha-europa ou jata�, vasilhas de lou�a ou vidro, esterilizadas e plantas frescas ou secas, devidamente limpas.


COMPRESSAS

Consiste em molhar peda�os de algod�o ou linho cru em ch� forte, de plantas e aplica-se na regi�o afetada. Os ch�s quentes t�m efeito sedativo sobre incha�os, nevralgias, contus�es, reumatismo, gota, etc.


GARRAFADAS

S�o feitas com diversas plantas medicinais misturadas dentro de uma garrafa com �lcool, vinho ou cacha�a.


CALDOS

S�o muito usados nos casos de convalescen�a, enj�os comuns, debilidade digestiva por fator nervoso, etc. Consiste em oferecer ao organismo as propriedades curativas das plantas em �gua quente, temperada, geralmente com sal.


TINTURAS

O material � mo�do e posto em meio litro de �lcool, durante 2 dias, depois coado.


INALA��ES

� quando voc� respira o vapor produzido pelo ch� aquecido de uma planta curativa.


GARGAREJO

S�o �teis em caso de inflama��o das am�gdalas, rouquid�o, faringite e laringite.


P�

� uma boa e pr�tica maneira de guardar as plantas e suas propriedades curativas por um tempo maior. Devem ser substitu�dos no fim de 6 meses.

Material usado:

    • Vasilhas pequenas de vidro ou lou�a, devidamente esterilizadas.

    • Cascas, caules ou folhas secas.

    • Liquidificador, m�quina de moer ou pil�o de cobre esterilizado e bem seco.

    • As cascas de certas plantas podem ser raspadas na forma de p�, com faca afiada.

Como fazer:

    • Moer a erva

    • Rotule a embalagem.

    • Tampe muito bem.

    • Guarde em local seco e fresco.

    • Use quando necess�rio.

P�s que voc� deve ter em casa:

    • de feno-grego (das sementes);

    • de semente de acelga;

    • de casca de carvalho;

    • de tronco de eucalipto carbonizado (carv�o de eucalipto);

    • da semente de girassol tostada e mo�da;

    • das sementes de gergelim torradas e mo�das.


Postar um comentário